BH em Debate
Você está em : Inicial > BH em Debate > Vocações

Vocações

Congresso do Iclei em BH propõe participação das cidades para o futuro da sustentabilidade no mundo





Uma mensagem forte e contundente, pleiteando mais representatividade das cidades nas ações efetivas na área de sustentabilidade. Este foi o principal resultado do maior congresso mundial da história do Iclei (Governos Locais pela Sustentabilidade), realizado em Belo Horizonte, primeira cidade da América Latina a receber o congresso, entre quinta, dia 14, e domingo, dia 17. Durante quatro dias, mais de 1.200 representantes de 64 países estiveram reunidos na capital mineira para discutir ações, trocar experiências, apresentar projetos e formular propostas que serão apresentadas na Conferência Rio + 20, que está sendo realizada no Rio de Janeiro desde o dia 13 deste mês. 

A Rio + 20, que será encerrada na sexta-feira, dia 22, é assim conhecida porque marca os 20 anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. A mensagem do Congresso Mundial do Iclei para a Rio + 20 (confira abaixo o documento na íntegra) terá como porta voz o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, que fará a entrega do documento para a Organização das Nações Unidas na quinta-feira, dia 21, durante o “Global Town Hall – Cities Leadership for the Urban World 2030”, evento integrante da programação da conferência, que será realizado às 11h30, no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca.

Documento final do Congresso Mundial do Iclei para a Rio + 20

“Nós, Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade, convocados aqui em Belo Horizonte, Brasil, por ocasião do Congresso Mundial Iclei 2012, viemos por meio deste pedir que as Partes da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20)

• Reconheçam que os governos locais são condutores particularmente eficazes para o desenvolvimento sustentável, como incubadoras de inovação e implementação em escala, agentes de mudança, e a esfera de governo mais próxima das pessoas, podendo enfrentar os problemas globais com soluções sistêmicas localizadas, que produzem diretamente e fazem cumprir os instrumentos legislativos e normativos que podem promover práticas sustentáveis ​​que contribuem para tornar as nossas economias mais verdes;

• Reconheçam que este é o século das cidades, que nos próximos 40 anos a expansão da capacidade urbana será equivalente ao que ocorreu nos últimos 4.000 anos, apresentando desafios sem precedentes e oportunidades para redesenhar e transformar a nossa futura vida urbana.

Para os governos locais, como os atores governamentais interessados do sistema das Nações Unidas, para realizar seu pleno potencial como indutores do desenvolvimento sustentável, convocamos as Partes da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável a:

• Reconhecer os atores não governamentais interessados no desenvolvimento de quadros jurídicos internacionais para a sustentabilidade, fornecendo eficazes mecanismos permanentes de consulta, como parte dos procedimentos das Nações Unidas, com o objetivo de assegurar a implementação efetiva dos acordos globais;

• Fornecer aos atores governamentais interessados com maior representação e influência nos processos de desenvolvimento da cooperação internacional, incluindo o sistema das Nações Unidas;

• Melhorar o acesso dos atores governamentais interessados para fundos nacionais e internacionais para o desenvolvimento sustentável, direcionados para o nível local, por meio de modelos de cooperação descentralizada;

• Apoiar a criação de apropriados quadros regulatórios locais que permitam soluções urbanas integradas e criem novos mercados para economias urbanas verdes inclusivas;

• Fortalecer as redes e associações que conectam os líderes locais, de modo a facilitar o intercâmbio de conhecimentos, capacitar e promover a ação colaborativa;

• Aumentar a colaboração com o Iclei - Governos Locais pela Sustentabilidade, com base em seu histórico de liderança na defesa global, desenvolvendo soluções, acelerando a ação, estimulando a mudança e abrindo caminhos para a sustentabilidade local, dentro do contexto da revisão do quadro internacional para o desenvolvimento sustentável.

• Aproveitar todas as oportunidades para conduzir a transição para uma economia urbana verde vigorosa e inclusiva, que aborda a necessidade de redução da pobreza e a justiça ambiental.”

Balanço das autoridades

Florece Lalöe – Secretária executiva do Iclei para a América do Sul

“Tivemos em Belo Horizonte o maior evento na história do Iclei, que entrou para a história como a maior mobilização, não só de prefeitos e governantes, mas também da população. Este é o século das cidades, é o século em que, para atingir uma economia urbana verde e inclusiva, precisamos entender que as cidades são incubadoras de transformação, incubadoras de inovação, é onde a ação ocorre de fato, é o nível de governança mais próximo do cidadão. Todos nós, liderados por nossos gestores, temos que comandar a mudança que a gente quer ver no mundo. Estamos pleiteando que seja dado maior reconhecimento aos governos locais, como atores governamentais no sistema da ONU. A expressão ‘atores governamentais’ demonstra a importância que as cidades têm no contexto internacional. É preciso ser dado recursos, acesso direto a fundos nacionais e internacionais. É preciso dar um protagonismo maior para as cidades e isso precisa ser reconhecido no sistema da ONU. Vamos ter que construir nos próximos 40 anos a mesma capacidade urbana que foi construída nos últimos 4 mil anos. O tempo é curto, por isso todas as ferramentas possíveis precisam ser dadas para as cidades para que seja possível melhorar a vida no planeta.”

Marcio Lacerda – Prefeito de Belo Horizonte

“A realização do Congresso Mundial do Iclei na capital é um reconhecimento da comunidade internacional que lida com as questões da sustentabilidade que Belo Horizonte tem desempenhado um papel relevante nessa área. Portanto, temos credibilidade para diálogos com outros países em relação ao futuro do desenvolvimento com sustentabilidade. Além disso, todos nós aprendemos com a experiência de outras cidades e outros países. E, finalmente, é muito importante o fato de estarmos participando da formulação de uma proposta que vai ser entregue na Rio + 20.”

Postado por Jorge Espeschit em 18/06/2012

Pontuação

Média: 5.0
Avalie
12345


9 Comentários para "Congresso do Iclei em BH propõe participação das cidades para o futuro da sustentabilidade no mundo"

  1. Kelinfolo 23/07/2017

    Azithromycin Vs Amoxicillin Chlamydia cialis Where I Can Buy Prednisone 20mg

  2. KennBeek 21/07/2017

    Acquisto Cialis E Viagra viagra online Loxitane

  3. ChasWato 20/07/2017

    Cialis Levitra Viagra Precio viagra Cheapeast Finasteride

  4. KennBeek 16/07/2017

    Vastarel viagra prescription Propecia Terciario

  5. ChasWato 15/07/2017

    Viagra Libido cialis Viagra Kosten De

  6. KennBeek 10/07/2017

    Preise Viagra Cialis viagra online pharmacy Skin Rashes From Amoxicillin

  7. ChasWato 10/07/2017

    Sotalex 80 Mg online pharmacy Zithromax Rash Pictures

  8. Kelinfolo 30/06/2017

    Cialis 20 Mg Commenti generic viagra Buy Levitra 20mg

  9. Kelinfolo 26/06/2017

    Kamagra Consegna Veloce Francia Levitra Brand Name Zithromax Rash Toddler

Faça seu Comentário

*Todos os campos são obrigatorios













Desenvolvido por JeffBastos