BH em Debate
Você está em : Inicial > BH em Debate > Transporte e Mobilidade

Transporte e Mobilidade

Projeto em BH reativará transporte ferroviário de passageiros


Projeto em BH reativará transporte ferroviário de passageiros

A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) deverá publicar nos próximos meses as regras para o transporte compartilhado de cargas e passageiros, visando viabilizar a implantação do Transporte sobre Trilhos Metropolitano (Trem), projeto do governo estadual. A licitação do primeiro trecho, orçado em R$ 1,8 bilhão, está previsto para ocorrer entre o final de 2013 e início do próximo ano.

 

Na sexta-feira, a agência assinou acordo de cooperação técnica junto ao governo de Minas para regulamentar o modelo de transporte que será adotado no Estado. No evento, realizado no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, a Empresa de Planejamento e Logística, além da MRS Logística S/A, também assinaram acordos com o Executivo visando à implantação do Anel Ferroviário de Belo Horizonte (Ferroanel).

 

Nos próximos dois meses serão realizadas discussões entre os governos federal e estadual relativas ao transporte compartilhado, uma vez que este será um modelo inédito no país. Após esta fase, a agência governamental deverá publicar as resoluções com as regras definidas.

 

Com a regulamentação, o governo estadual poderá levar adiante o projeto de reativar o transporte de passageiros sobre trilho na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O Trem compreende a implantação de três linhas, com extensão de 192,7 quilômetros e aportes estimados em R$ 4 bilhões.

 

Porém, a primeira etapa englobará somente o trecho Betim-Eldorado-Águas Claras (Nova Lima) (Linha A), com 59,8 quilômetros de extensão. A intenção é implantar o sistema através de parceria público-privada (PPP), dessa forma, a concorrência deverá ser publicada entre o final deste ano e o início de 2014.

 

Porém, durante o evento, o governador Antonio Anastasia não descartou a possibilidade de recursos federais serem destinados ao projeto. Ele explicou que o governo estadual já apresentou ao governo federal a solicitação de recursos através do PAC da Mobilidade.

 

Adequações

 

De acordo com o governador, os investimentos visam fazer adequações nos trechos já existentes e que hoje transportam somente cargas, ou, em alguns casos, estão desativados. No trecho serão 21 estações e a demanda estimada é de 150 mil passageiros/dia.

 

O sistema compartilhado deverá funcionar somente até a construção do Ferroanel, que visa retirar o transporte de cargas das áreas urbanas e liberar os trechos para o transporte de passageiros. De acordo com o presidente da EPL, responsável pelo anel ferroviário, Bernardo Figueiredo, as obras devem ser contratadas até o início de 2014. A implantação deverá levar quatro ano para ser concluída.

 

Os trechos que serão utilizados pelo Trem são de concessão da MRS Logística S/A, que também assinou acordo com o governo para realizar estudos de viabilidade do Ferroanel, e da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).

 

Além da Linha A, foram incluídos no projeto a Linha B ( Horto-Nova Lima) e a Linha C, que compreende o trecho entre Horto, Aeroporto Internacional Tancredo Neves e Sete Lagoas (região Central).

 

RAFAEL TOMAZ - DIÁRIO DO COMÉRCIO

Postado por Jorge Espeschit em 27/07/2013

Pontuação

Média: 0.0
Avalie
12345


1 Comentários para "Projeto em BH reativará transporte ferroviário de passageiros"

  1. Kelinfolo 25/06/2017

    Propecia Contraindications Androgenetic Alopecia How To Get Viagra Tamsulosin 0.4mg

Faça seu Comentário

*Todos os campos são obrigatorios













Desenvolvido por JeffBastos