BH em Debate
Você está em : Inicial > BH em Debate > BH Cidade Parque

BH Cidade Parque

Querem fazer de Londres a primeira cidade-parque-nacional do mundo


Querem fazer de Londres a primeira cidade-parque-nacional do mundo

POR VIVIAN OSWALD O GLOBO

 

A capital britânica pode se tornar a primeira cidade-parque-nacional do mundo. O título inusitado é um dos principais pleitos de uma grande campanha iniciada há um ano pelo geógrafo, explorador e ativista Daniel Raven-Ellison, que tem por objetivo mudar a relação dos londrinos com seus 47% de áreas verdes, ou oito milhões de árvores que fazem de Londres a maior floresta urbana.

 

Enquanto a ideia não sai do papel, Daniel multiplica os esforços para atrair simpatizantes e meios para torná-la realidade. Está tentando arrecadar 30 mil libras (cerca de R$ 150 mil) em um projeto de crowdfunding na internet. Até agora, conseguiu 18,5 mil libras (pouco mais de R$ 90 mil). Ele tem 10 dias para levantar o resto.

 

Com esse dinheiro, pretende promover fotografias, mapas dos parques da cidade e outros materiais que aproximem o cidadão comum das áreas verdes. Hoje, segundo ele, apenas uma e cada sete crianças na cidade frequenta os parques. Os mais pobres são os que têm menos acesso.

 

— Não precisamos de novas leis para a proteção da fauna ou da flora nestes parques. Precisamos engajar as pessoas, fazê-las usá-las e levar suas crianças. Decidir em conjunto com o setor público como protegê-los da especulaçao imobiliária. A população de Londres vai dobrar nos próximos 20 anos. Precisamos ter espaços verdes de qualidade — explicou ao GLOBO.

 

O projeto que já foi abraçado por centenas de especialistas e curiosos ainda não recebeu a atenção esperada da classe política. A boa notícia é que a Assembleia de Londres vota em breve uma moção pedindo o apoio da Greater London Authority para a iniciativa.

 

Em tempos de austeridade fiscal e aperto adicional dos cintos já anunciada pelo governo reeleito, a vantagem do projeto é que o financiamento viria em boa medida da parceira com o setor privado. O patrocínio se traduziria em retornos financeiros importantes, a partir da promoção do turismo sobretudo, e de imagem. Empresas e cidadãos comuns envolvidos no projeto teriam direito a deixar seus nomes em monumentos nos parques.

 

A proteção ambientel também seria intensificada pela conscientização das pessoas, que teriam voz nas políticas de urbanização da cidade. Ele lembra que um terço das áreas verdes é fechado ao público em geral e parte delas é coberta ou cimentada, o que provoca alagamentos.

 

— Políticas específicas nos ajudarão a evitar que os espaços percam qualidade, evitar alagamentos e os efeitos das mudanças do clima. Isso é do interesse das seguradoras, por exemplo, que podem querer financiar campanhas ou iniciativas nesta sentido.

 

Daniel defende que esta mudança no relacionamento das empreas, serviços públicos e da própria população com o verde beneficiaria também a saúde dos londrinos, que poderão levar uma vida mais saudável.

 

A iniciativa prevê uma parceria com o governo federal, os conselhos dos condados e a sociedade civil. Ele quer que os 8,6 milhões de londrinos assumam a tarefa de proteger as centenas de parques da capital, que correspondem a um quarto do espaço da cidade, participando das decisões que envolvem os parques.

 

 

Foto:Flickr/Creative Commons / greaterlondonnationalpark.org.uk

 

Postado por Administrador em 04/06/2015

Pontuação

Média: 0.0
Avalie
12345


0 Comentário para "Querem fazer de Londres a primeira cidade-parque-nacional do mundo"
Seja o primeiro!

Faça seu Comentário

*Todos os campos são obrigatorios













Desenvolvido por JeffBastos