fbpx

Aumento de oportunidades para jovens é vital para o futuro das cidades

Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) divulgou um estudo que aponta a importância dos jovens para o futuro das cidades. O Relatório Situação da Juventude Urbana 2012/2013 afirma que, apesar de o jovem ser “o bem mais importante da sociedade e um dinâmico recurso humano” (com 1,3 bilhão de pessoas entre 12 e 24 anos, a maioria vivendo em áreas urbanas), quase 5%, cerca de 515 milhões, vivem com menos de 2 dólares por dia.

“É fundamental o acesso a educação e a oportunidades para o aprimoramento de habilidades”, diz o documento, destacando que a desigualdade entre jovens na vida urbana está diretamente relacionada com a desigualdade de oportunidades na vida adulta.

O estudo pede políticas que incluam o investimento na infraestrutura econômica, incentivos fiscais, treinamento vocacional e regulamentos que visam um mercado de trabalho mais equitativo.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, defende que “a juventude merece o poder de acessar a informação, conectar-se e questionar sobre justiça, igualdade e oportunidades”, frisou. A organização tem incentivado a participação dos jovens no processo do desenvolvimento sustentável.

Um exemplo disso foi o Fórum da Juventude da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) que, pela primeira vez, foi organizado pelos próprios jovens. Cerca de 1,9 mil jovens com idades entre 15 e 35 anos elegeram os temas principais do fórum, na primeira parte da pesquisa on-line.

– Leia o documento na íntegra, em inglês (PDF) –

AVALIE ESTE POST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *